Currently set to Index
Currently set to Follow
You are here
Home > Blog >

O que é Inbound Marketing?

o que é inbound marketing

Interrupções no meio de um filme para a exibição de alguma propaganda, aquele telefonema querendo apresentar algum produto ou serviço… quem já não se irritou alguma vez com essa prática de marketing?

Pois bem, essa forma mais tradicional, antiga e intrusiva de divulgar produtos é chamada de Outbound Marketing e, embora ainda seja muito usada por algumas empresas, felizmente, já se sabe que não agrada e, por isso, vem perdendo espaço para uma outra forma de fazer propaganda, bem mais leve e simpática, o inbound marketing.

Para exemplificar, um determinado restaurante de comida vegetariana, se seguir o método outbound, simplesmente, vai fazer a propaganda do restaurante mostrando o cardápio, já o método inbound faria seu marketing baseado nas vantagens em apostar na comida vegetariana, através de artigos em blogs ou redes sociais.

Outro exemplo, seria uma plataforma de EAD, como Udemy, no método outbound iria simplesmente divulgar seus cursos, já no método inblound, iria investir em postagens sobre cada curso, o mercado  de trabalho, seu campo de atuação…

Enfim, há espaço para ambas as práticas de marketing, e em algumas situações, uma ou outra pode funcionar melhor, ou até mesmo, serem usadas ao mesmo tempo, uma complementando a outra.

Diferenças entre Inbound Marketing e Outbound Marketing

Então, basicamente, Inbound Marketing é focado em atrair, converter e encantar clientes, afastando-se daquele conceito antigo de publicidade mais intrusiva, possibilitando uma maior conexão com o público-alvo através de Marketing de Conteúdo, SEO e Estratégias em Redes Sociais.

Ou seja, o Inbound Marketing é um conjunto de estratégias de marketing baseado na ideia de criação e compartilhamento de conteúdo voltado para um público-alvo específico para, só então, apresentar suas soluções. Enfim, faz com que os clientes venham até a sua empresa, atraídos por sua mensagem, criando o interesse no produto.

Por outro lado, o outbound é uma metodologia mais intrusiva, que se baseia na imposição de algum produto, com uma linguagem unilateral, como exemplos, podemos citar os anúncios em publicações impressas e digitais (jornais, revistas, blogs e redes sociais), bem como comerciais de TV e rádio. O custo das campanhas, nesse tipo de marketing, também costuma ser mais alto, e nem sempre é possível medir com precisão os resultados dessas ações de Outbound.

Vantagens do Inbound Marketing

Agora que já sabe as diferenças entre inbound e outbound, será que vale a pena investir em na metodologia Inbound? Sim, vale a pena, e muito! E para comprovar, vamos apresentar abaixo algumas vantagens em apostar em Inbound marketing:

  • Alcance do público certo
  • Mais aproximação com clientes
  • Maior poder de persuasão
  • Ciclo mais curto de vendas
  • Requer menos investimentos
  • Possibilidade de mensurar resultados em tempo real
  • Ticket médio maior

Etapas do Inbound Marketing

O processo de operação do Inbound Marketing atua em quatro etapas principais: atração, conversão, venda e encantamento.

  • Atrair: a primeira etapa da metodologia Inbound é fazer com que as pessoas se tornem visitantes regulares, através de um conteúdo relevante;
  • Converter: o objetivo é converter o máximo desses visitantes em leads, ou seja, transformá-los em oportunidades reais de venda;
  • Vender: nessa etapa é preciso avaliar quem está no estágio certo e fechar a venda;
  • Encantar: essa etapa ocorre no pós venda, começando uma nova jornada, visando encantá-lo para que naturalmente promova a marca e consiga atrair mais clientes.

Funil de Vendas no Inbound Marketing

É importante saber que cada etapa do processo de Inbound Marketing se encaixa no funil de vendas, fortalecendo o relacionamento e gerando vendas. E as 3 etapas do funil de vendas são:

  1. Topo do funil: etapa de aprendizado e descoberta, onde através de posts de blog, publicações em redes sociais, vídeos e infográficos, a persona percebe que quer ou precisa de um determinado produto ou serviço.
  2. Meio do funil : etapa onde a persona passa a considerar e ter a intenção de consumir algo.
  3. Fundo  do funil: etapa em que se avalia e se decide por algo, só faltando fechar a venda.

Como podemos ver, embora o outbound ainda possa, e deva, ser usado em muitas ocasiões, sem dúvida, o Inbound Marketing tem muito mais a ver com os tempos atuais, em que já se entende que as marcas devem estar, cada vez mais, próximas de seus clientes.

Deixe uma resposta

20 + six =

Top